4 Technologies that will change global trade

Share to

4 Tecnologias que mudarão o comércio global

Also available in: English Español

O mundo está se transformando rapidamente. O crescimento da economia digital, as mudanças nas redes internacionais de produção e a velocidade do transporte estão mudando a maneira como conduzimos o comércio exterior, tornando os processos mais inclusivos e eficientes. Para permanecer no mercado, você precisa acompanhar essas novas tecnologias e tendências que impactarão o comércio global.

Os avanços da globalização, transporte e comunicação tornam as tecnologias e os conhecimentos além-fronteiras muito mais rápidos, aumentando o potencial de crescimento e inovação de muitas empresas de mercados emergentes.

Segundo o Fundo Monetário Internacional, “entre 2004 e 14, os fluxos de conhecimento dos líderes em tecnologia podem ter gerado, para um setor médio do país, cerca de 0,7% do crescimento da produtividade do trabalho por ano. Isso representa cerca de 40% do crescimento médio da produtividade observado entre 2004 e 2014. ”

Criptomoeda

A criptomoeda e a descentralização financeira proposta pela blockchain definitivamente passaram a mudar a maneira como o comércio exterior acontece a partir do momento que as pessoas começaram a incluir essa tecnologia em suas vidas diárias. Como não possui autoridade central, o blockchain é um sistema democrático e transparente – como você poderá verificar neste texto sobre blockchain.

A cadeia é mantida pelos chamados mineiros. Observando constantemente o que acontece e o que é atualizado no sistema, cada um deles é capaz de identificar e relatar malware ou fraude, tornando-os responsáveis ​​pelas ações um do outro.

A rede pode ser acessada em qualquer lugar do globo e todas as informações adicionadas são copiadas como em uma reação em cadeia para que não possam mais ser editadas. Todos esses recursos globais de gerenciamento de transações, rastreamento, conformidade e verdade não editável certamente mudarão as transações financeiras e afetarão o comércio global como conhecemos.

Inteligência Artificial e Machine Learning

A inteligência artificial e o aprendizado de máquina automatizarão todos os processos envolvidos na logística internacional, como já acontece em outros setores nos países desenvolvidos, entre eles a medicina.

A IA poderá gerenciar o tráfego de embarcações e caminhões nos portos, rastrear remessas em todo o mundo, traduzir consultas de pesquisa de comércio eletrônico de um idioma para outro e responder com inventário traduzido, por exemplo.

As possibilidades são infinitas. Em resumo, essa tecnologia simplificará e otimizará as rotas de remessa e todo o sistema será menos proeminente ao erro – ponto para o comércio global!

Impressão 3D

Ainda há muito debate sobre o impacto real que a impressão 3D terá no comércio global. Talvez a curto prazo, o impacto seja quase nulo, uma vez que a realidade da manufatura em massa é bastante complexa. Porém, em algumas décadas, quando a impressão 3D se tornar barata, sua adoção em massa diminuiria 25% no comércio global, de acordo com estudos.

Pagamentos móveis

Um número crescente de pessoas em todo o mundo está usando sistemas de pagamentos móveis, como a Alipay, em sua vida diária. O Banco de Dados de Inclusão Global do Banco Mundial afirma que o acesso às contas bancárias aumentou 20% entre 2011 e 2014, graças aos telefones celulares, especialmente nas economias emergentes. Em breve, as empresas também começarão a usar esses sistemas para suas compras internacionais.

O comércio global na era da tecnologia disruptiva

Além das tecnologias acima citadas, também podemos mencionar várias outras, entre elas:

  • reconhecimento óptico de caracteres (OCR), usado para ler números de contêineres;
  • identificação por radiofrequência (RFID);
  • códigos QR para identificar e rastrear remessas na melhoria da confiabilidade e eficiência do comércio global.

Da digitalização básica dos documentos comerciais às tecnologias mencionadas neste artigo, as oportunidades de inovação no comércio internacional serão infinitas e muitos desafios serão superados.

É provável que essas inovações se desenvolvam mais rapidamente do que os regulamentos da indústria. Em termos de acordos e regulamentos, a Câmara de Comércio Internacional acompanha as mudanças para ajustar os Incoterms, por exemplo, mas indústrias e governos também precisam começar a aceitar o grande impacto da tecnologia e pensar em opções para regular esse mercado – elaboramos um artigo sobre Incoterms 2020 que vai ajudar a entender as principais mudanças ocorridas no documento.

Alguns governos nacionais já estão respondendo a essas transformações, trabalhando para aumentar os benefícios e mitigar os efeitos adversos.

Como em toda tecnologia e solução, haverá maus atores que deliberadamente tentam trapacear ou encontrar uma maneira de burlar o sistema. Os governos precisam recompensar indivíduos e empresas que participam e usam os sistemas como pretendido e, por outro lado, precisam reagir rápida e severamente àqueles que buscam contornar o sistema”, diz David Mounts para a Forbes.

O World Trade Report 2018 também aponta algumas desvantagens da tecnologia no comércio global. Como foi dito no relatório: “enquanto o avanço tecnológico e a abertura do comércio continuam gerando enormes benefícios para as economias em geral, eles também podem afetar adversamente grupos e regiões específicos – um problema que vários países estão atualmente lutando para resolver“.

 

Para saber mais a fundo do impacto de tecnologias no comércio mundial, recomendamos a leitura do World Trade Report 2018.

Aproveite para assinar nossa newsletter e receber conteúdos relevantes e atualizados – como o artigo que fala sobre soluções importantes para o seu processo de compras, que você pode ler agora: LER ARTIGO

Also available in: English Español

Leave your comment

Please enter your name.
Please enter your email address.
Please enter a valid email address.
Please enter comment.