Soluparts reduzindo as quatotações para partes3

Share to

Como gerenciar melhor sua cadeia de suprimentos

Also available in: English Español Deutsch

Uma gestão eficiente da cadeia de suprimentos é necessária para todas as empresas que lidam com a movimentação de produtos, sejam elas de compra ou de venda. Qualquer empresa que produz ou venda bens deve estar muito consciente de todo o processo, desde a compra até a entrega, especialmente porque a organização interna pode garantir níveis mais altos de satisfação com os compradores.

Basicamente, a cadeia de suprimentos é um grupo de métodos que dependem uns dos outros e requerem cooperação mútua para que cada ação seja controlada, gerenciada, melhorada e executada com sucesso.

Assim, um modelo de gestão da cadeia de suprimento deve incluir formas de proporcionar mais integração entre as diferentes fases do abastecimento, o que significa garantir que todas as etapas logísticas tenham o melhor desempenho.

Não só uma gestão mais precisa pode promover satisfação, ela também pode ser responsável por reduzir o tempo do ciclo de produção, permitindo que a empresa evite o desperdício de recursos, melhore a eficiência do negócio e desenvolva vantagem competitiva.

Quer melhorar a produtividade em sua empresa? Nós enumeramos alguns pontos-chave que deve ser atento para melhor gerenciar sua cadeia de suprimentos! Confira abaixo:

Oferta e procura

Especialistas afirmam que é fundamental manter o equilíbrio entre oferta e demanda. A palavra-chave aqui é previsão. O melhor método para antecipar a demanda é olhar para o histórico de vendas e tirar as expectativas dele. Se você precisa prever a demanda para Dezembro, volte um ano, analise os dados, aplique as comparações de crescimento ou redução, e assim você terá a expectativa para o mês.

Mantenha a oferta sob demanda, especialmente se sua empresa lida com bens perecíveis. Dessa forma, você não desperdiça recursos mantendo estoque desnecessário, que pode tornar-se obsoleto ou ser danificado, e economiza tempo quando um pedido for realizado! Manter os níveis de estoque mais baixos ou implementar um processo “just-in-time” pode ser soluções para controlar melhor os custos de armazenamento.

Seleção e relacionamento com fornecedores

Sempre faça parcerias com fornecedores nos quais você enxerga valores que correspondem aos de sua empresa. Não leve apenas a fama ou o tamanho da empresa do fornecedor em consideração – é mais importante determinar se eles são capazes de ajudá-lo a desenvolver e melhorar a qualidade e a eficiência do seu negócio. Às vezes, uma empresa menor pode representar muito mais empenho e inovação do que uma grande corporação do segmento.

Sempre procure manter um relacionamento próximo com seus fornecedores, sendo transparente sobre as necessidades e expectativas de sua empresa, para que as entregas possam corresponder aos seus padrões. Se algo der errado, é mais fácil resolver um problema com um parceiro a quem você conhece bem, do que lidar com alguém de quem você não sabe o que esperar.

Compartilhar os processos com os fornecedores é uma boa maneira de manter um bom canal de comunicação. Permita que seus fornecedores acessem suas bases de dados sobre as outras etapas de fabricação e armazenamento. Ao fazer isso, o fornecedor pode trabalhar em sincronia com a sua empresa, melhorando a qualidade da entrega final.

Produção, armazenamento e entrega de produtos

A chave para uma boa gestão da cadeia de suprimentos é a integração. É muito importante que as projeções de vendas sejam feitas de acordo com o planejamento estratégico das outras etapas, como produção, orçamentos de departamento, investimentos e planejamento de operações.

Há muitas maneiras de garantir a integração na cadeia de suprimentos. Um bom método para manter todas as etapas coordenadas é usar o mesmo software para gerenciar a cadeia de suprimentos, para que todos os envolvidos possam receber informações atualizadas. Uma das maiores preocupações com o gerenciamento da cadeia de suprimentos é a falta de comunicação entre as etapas, mas a tecnologia disponível pode facilitar esse processo.

Também é fundamental que os procedimentos envolvidos na linha de produção sejam documentados, de modo que a gerência possa controlar toda a situação de forma padrão. Primeiramente, isso ajuda a estabelecer padrões de qualidade, além de facilitar a identificação de lacunas ao longo do caminho.

Mas mais importante do que isso, quanto mais informações você tiver, mais fácil será reconhecer as fraquezas e as falhas, então o conselho aqui é reunir todos os dados possíveis sobre as operações da empresa (e da concorrência) e analisar esses números. Ao fazer isso, é possível identificar, resolver e até mesmo prever problemas e conflitos mais rapidamente.

Desempenho

Se um passo falhar, todo o processo da cadeia de suprimentos é impactado. Assim, é realmente importante que os indicadores de desempenho (KPIs) sejam seguidos, para monitorar as atividades de cada parte envolvida na cadeia de suprimentos. É importante dizer que algumas empresas acham melhor terceirizar algumas etapas, ou todas elas (da produção ao transporte). Mas mesmo que essa seja a sua situação, é essencial saber como todo o processo deve seguir, para manter o padrão de qualidade da empresa!

Resumindo este artigo, aqui está uma lista para ajudá-lo a gerenciar melhor a cadeia de suprimentos em sua empresa. Um deve manter abas nas seguintes etapas – como deve trabalhar, como trabalha realmente e como o processo pode ser melhorado:

  1. Previsão de demanda e oferta de produtos
  2. Localização dos fornecedores
  3. Processo de fabricação
  4. Armazenamento do produto

Além desses 4 passos principais, aqui estão 3 pontos de verificação que podem indicar o sucesso ou o fracasso da gestão da cadeia de suprimentos:

  1. Entrega do produto
  2. Retorno de mercadorias
  3. Feedback dos clientes

Como mostramos, é fundamental ter em mente que a gestão da cadeia de suprimentos é um processo e, como tal, não pode ser tratada isoladamente. É verdade que muitas empresas têm começado a investir na criação de um departamento de gestão da cadeia de suprimento há algum tempo, e caso você decida seguir por este caminho, um lembrete: designar uma pessoa a se preocupar apenas com a cadeia de suprimentos deve fazer o processo correr mais facilmente, em vez de acrescentar mais complicações e obstáculos à equação.

O foco é a relação entre a empresa e seus fornecedores, de modo que o gerente deve levar em consideração que toda a experiência deve ser compartilhada por todos os envolvidos, equilibrando as responsabilidades e garantindo os mais altos níveis de qualidade possível!

Gostou deste post? Compartilhe com seus colegas de trabalho e deixe um pouco de sua experiência com o gerenciamento da cadeia de suprimentos nos comentários abaixo!

Also available in: English Español Deutsch