5 dicas para mapeamento de fornecedores

Share to

5 Dicas para Mapear Fornecedores e Melhorar a Cadeia de Suprimentos

Also available in: English Español Deutsch

Mapear fornecedores é uma tarefa fundamental para médias e grandes empresas – e é também um dos maiores desafios na cadeia de suprimentos. Ao escolher um fornecedor, uma empresa deve levar em consideração preços, prazos, tamanho de cada demanda e o compromisso do fornecedor com as necessidades da empresa.

Toda a produção depende diretamente das escolhas feitas na montagem da cadeia de suprimentos, o que significa que a produtividade da empresa está intrinsecamente ligada ao nível de qualidade dos fornecedores e do trabalho do setor de compras, que é estratégico – escolher um fornecedor errado pode ser fatal!

Existem alguns pontos fundamentais que podem ajudar a evitar falhas e problemas, mas apenas quando existe alinhamento entre a empresa e os fornecedores.

Se você não está satisfeito com os métodos utilizados para mapear fornecedores ou se você deseja mudar a forma como executa essa tarefa, confira 4 dicas que ajudarão a mapear fornecedores de forma assertiva e segura!

1. Conheça muito bem a sua demanda

O primeiro passo no mapeamento de fornecedores é entender completamente cada demanda que chega ao departamento de compras.

Aqui, você deve determinar quantidades, prazos de entrega, outros prazos que precisam ser cumpridos, todos as questões envolvidas na ordem de compras. Com essa informação na mão, você pode alinhar sua demanda com o serviço que cada fornecedor oferece e, em seguida, escolher aquele que melhor se adapta às suas necessidades e condições.

Além disso, ao conhecer bem as demandas, você pode identificar possíveis barreiras à entrega de produtos ou serviços – como erros de quantidade, formato ou montagem – e planejar com antecedência para resolver esses problemas.

Ainda, se o comprador tem uma demanda muito grande, você pode contratar mais de um fornecedor, evitando sobrecarregar um fornecedor com mais trabalho do que pode lidar, e garantir a entrega no prazo!

Finalmente, definir quais demandas são prioridade, quais você pode lidar em segundo lugar, para organizar a escolha do fornecedor e prazos.

2. Desenvolva um plano de fornecimento

É essencial ter todo o movimento de compras muito bem organizado: qual é o status de cada demanda, qual fornecedor é responsável por cada um, quais são os termos e condições de entrega, etc.

Para fazer isso, utilize soluções tecnológicas que permitam acompanhar cada etapa do processo, gerando um cronograma de abastecimento com todas as informações essenciais para acompanhar o andamento de cada demanda.

Você deve acompanhar as datas das encomendas, as previsões de entrega, os prazos, os fornecedores responsáveis, as condições essenciais de entrega, os serviços adicionais que serão fornecidos na entrega e outras observações que considere necessárias!

Certifique-se de ajustar o cronograma sempre que necessário. Leve em consideração alterações e/ou adições ao pedido e quaisquer outras situações que possam atrasar uma entrega.

3. Conheça os valores de cada fornecedor

É óbvio que os preços e prazos são fundamentais, mas alguns outros pontos também devem influenciar a sua escolha de fornecedor. Ao mapear fornecedores, certifique-se de conhecer todos os aspectos da empresa, não apenas o que eles escolhem para te mostrar.

Tenha tanta informação quanto possível sobre o serviço que cada fornecedor oferece.

É essencial contratar fornecedores cujos valores estão em consonância com os da sua empresa. Aqui, você deve fazer uma pesquisa extensa: o fornecedor tem um alto nível de qualidade que é reconhecido no mercado? Estão envolvidos em processos trabalhistas ou com problemas contratuais? Quais são as políticas sociais da empresa? Como eles lidam com questões ambientais?

Todas essas respostas devem estar de acordo com as políticas da sua empresa, com a imagem que deseja imprimir para seus clientes. Um fornecedor que discorda de seus valores pode causar conflitos não só com você enquanto fazem negócios, mas também com seus clientes, que podem questionar as posições de sua empresa. Não se arrisque!

4. Automatize o relacionamento

Trabalhe sempre com softwares especialmente desenvolvidos para esta fase da cadeia de suprimentos – a transformação tecnológica revolucionou a rotina de todos os setores, incluindo o de compras. Existem opções que permitem monitorar constantemente o desempenho de cada fornecedor, calcular riscos e possíveis atrasos, gerar relatórios, comparar condições e muito mais!

Ao facilitar o relacionamento com os fornecedores, você possibilita uma melhor troca de informações entre as partes, para que as melhorias possam ser implementadas sem muita complicação.

Encontre a melhor opção de fornecedor

Se não existe um fornecedor perfeito, não abra mão de encontrar a melhor opção para suas necessidades, sempre.

Às vezes, a melhor opção é também o menor preço, ou a maior e mais conhecida empresa. Mas, às vezes, o melhor fornecedor é aquele que oferece um preço não tão baixo, mas tem os melhores valores e/ou a equipe mais fácil de lidar.

O segredo aqui é sempre tentar encontrar o equilíbrio entre todas as qualidades que você procura em uma parceria de fornecedores e os itens “não tão bons” que você está disposto a aceitar para fechar o negócio!

Independentemente disso, seguir as dicas listadas neste artigo vai certamente tornar todo o processo de mapeamento de fornecedores mais fácil e muito mais assertivo em sua empresa.

Você tem dicas diferentes para oferecer neste assunto? Deixe-o abaixo na caixa de comentários.

 

Also available in: English Español Deutsch